Guia quase defintivo de o que são “Tapas”

O que são as “tapas”.

A confusão é grande. A palavra já integra o vocabulário paulista dos frequentadores de restaurantes, mas seu significado segue nebuloso. É como o termo torque; todo o mundo o usa, mas ninguém sabe dizer o que é.

Tudo começa com a tradicional e rápida definição: Tapa é um canapé, algo que se come de um bocado, uma pequena porção de comida.

Essa definição é certa, mas é só parte da verdade, na verdade uma parte pequena. É uma explicação superficial.  É como dizer que um disco voador é um meio de transporte.

Tapa é um conceito abstrato, uma manifestação cultural, um fenômeno social, um termo genérico.

Como é difícil definir vamos tentar uma aproximação.

Uma tapa, no feminino já que não é a agressão física, é uma pequena porção de comida servida por cortesia nos bares espanhóis quando você pede uma bebida qualquer.

Por ser cortesia, é algo que não se pede.

Se a tapa é algo elaborada, quando pede, em geral paga.

Se recebe como tapa batatas fritas ou azeitonas ou amendoim, ou milho tostado, tapas muito comuns, pode até pedir outra e não paga, mas recebe um olhar de desaprovação.

Se pede uma terceira vez sem pedir a consequente ronda de cervejas, o garçom vai ficar bravo.

E por que em lugar de ficar bravo não cobra? Hora por que as listadas acima são tapas por definição e são incobraveis.

Um pinxo é um canapé elaborado.  Todo pintxo é genericamente uma tapa.  Nem toda tapa é um pintxo.

Tecnicamente porções não são tapas, mas podem entender-se genericamente como tal.

Restaurantes não servem tapas, nos restaurantes você vai sentar e almoçar ou jantar.

Restaurantes podem servir porções e se você comer somente porções não estaria errado dizer que comeu tapas.

Ainda assim se você entrar num restaurante que tem toalha de mesa e pedir tapas, te olharão com uma cara estranha.

Se depois das porções você jantou pratos quentes então não comeu tapas.

Se você entrar num bar e disser que quer tapas o garçom não vai achar estranho, mas vai te trazer a carta de porções.

“Salir de tapas” (sair para comer tapas) faz referencia ao evento social e não quer dizer que você vai sai para comer tapas propriamente, mas sim que vai comer informalmente, ou de pé, ou à base de porções e não pratos, ou só para beber com amigos.

Em algumas regiões da espanha é possivel “salir de tapas” e comer só tapas mesmo e ficar satisfeito.

Não existem taperias, todo bar espanhol pode servir tapas. Em função da procura dos turistas por tapas, já existem bares que se dizem taperías, mas é um fenômeno novo e exclusivamente para atrair turistas já que todo bar é uma tapería.

Existem lugares especializados em pintxos, mas mesmo que se chamem taperías tecnicamente o que servem não são tapas e sim pintxos.

Se você entrar lá e comer e depois dizer a um amigo que comeu “de tapas”, estaria certo por que faz referência ao como você comeu e não o que comeu.

Se disser que comeu tapas, está tecnicamente errado, mas se entende como certo.

Todos esses conceitos podem mudar de região para região.

Entendeu¿

PS: na foto são banderillas.