Entendendo o vinho espanhol

vinho espanhol

Onde:
v.c.p.r.d.: vinos de calidad producidos em regiones determinadas.

v.e.c.p.r.d.: vinos espumantes de calidad producidos em regiones determinadas.

Para: Vinos de la tierra e v.c.p.r.d.

1ª “Noble”, Guarda em bodega mínima 18 meses em barril de 600 litros ou garrafa.
2ª “Añejo”, Guarda em bodega mínima 24 meses em barril de 600 litros ou garrafa.
3ª “Viejo”, Guarda em bodega mínima 36 meses em barril de 600 litros ou garrafa.

Só para v.c.p.r.d

1ª “Crianza” Guarda em bodega mínima: tintos total 24 meses dos quais 6 em barril de no máximo 330 litros, brancos e rosados: 18 dos quais mínimo de 6 em barril de no máximo 330 litros.

2ª “Reserva”, Guarda em bodega mínima: tintos 36 meses dos quais em barrica de no máximo 330 litros 12 meses, brancos e rosado 24 dos quais em barrica de no máximo 330 litros 6 meses.

3ª “Gran Reserva”, Guarda em bodega mínima: tintos 60 meses dos quais em barrica de no máximo 330 litros 18 meses. Brancos e rosados 48 dos quais em barrica 6 de no máximo 330 litros 6 meses.

1ª “Premium” y “reserva”, para espumantes de qualidade segundo normativa comunitária e espumantes (v.e.c.p.r.d.).

2ª “Gran reserva”, para os espumantes v.e.c.p.r.d. amparados pela Denominação Cava, com um período mínimo de envelhecimento de 30 meses.

Vinos de Pago: genericamente é uma região com características endêmicas, que produzem um vinho singular e que não se encaixa com precisão ou com justiça no sistema de classificação tradicional. É recente a absorção desse termo pela lei que identifica condições para que um vinho seja chamado “de pago”. Não obstante a expressão vem do uso comum e há propriedades produtoras que se identificam como pago ainda que não o sejam por lei.

 

Quer conhecer a Sociedade da Mesa, clube de vinhos? Acesse nosso site e aproveite a oferta especial para leitores do blog!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *