Comprar vinho eis a questão

Como escolher melhor seu vinho, onde comprar, dicas para comprar melhor em cada um dos diferentes estabelecimentos comerciais.

prateleira

O consumo de vinho no Brasil

Num prazo relativamente curto de tempo o mercado consumidor brasileiro começou a se interessar por vinho, os cursos se multiplicam, aparecem novas importadoras, os produtores nacionais incrementam suas linhas, os supermercados triplicam o espaço dedicado à exposição dos vinhos, novas lojas especializadas são abertas nos shopping centers e o consumidor de repente se vê um pouco perdido num imenso emaranhado de rótulos, uvas, países de origem, vinificações!

É verdade que é também essa enorme variedade, esse mundo cheio de novidades e segredos que faz do vinho algo tão atrativo e o transforma numa fonte inesgotável de conhecimento e prazer, mas acudir a um estabelecimento decidido a comprar um vinho para acompanhar seu jantar e se deparar com alguns milhares de uvas multiplicados por umas centenas de regiões produtoras pode chegar a ser atordoante.

Esse delicioso novelo não se desenrola numa vida quanto mais numas páginas mas é possível resumir alguma informação sobre a escolha e a compra de vinhos bem como propor umas ficas ainda que simples podem ser valiosas.

Escolher o vinho.

A oferta de vinhos no Brasil pode ser muito mais complexa que a dos países produtores e tradicionalmente consumidores de vinho.

Parece paradoxal, mas justamente por não ser um país tradicionalmente produtor de vinhos a variedade da oferta no Brasil é enorme. Nos países produtores, como é natural, a grande maioria dos vinhos comercializados são os produzidos no próprio país. Claro que lá se encontrarão vinhos de outros países e origens, mas serão minoria pois quase sempre serão mais caros e muitas vezes não obedecerão ao padrão de gosto local que neste caso já estará bem formado e feito a seu próprio vinho.

Este fenômeno não acontece no Brasil, importamos de todos os lados e, ainda que os vinhos italianos e chilenos sejam os campeões de vendas, a oferta de vinhos está comparativamente muito dividida entre todas as origens possíveis.

O consumidor brasileiro tem então que lidar com um número enorme de variantes para selecionar seu vinho e os tipos de estabelecimento onde ele adquire o vinho cumprirá um papel importante nessa seleção.

Os estabelecimentos clássicos.

As características, vantagens e desvantagens de comprar vinhos no supermercado, no produtor, na loja especializada, na importadora, no clube de vinhos.

No produtor

Uma forma muito agradável de comprar vinho é diretamente do produtor. É uma oportunidade única de aprender, de ouvir, de ver, de conhecer com detalhes a origem ou os processos de produção do seu vinho. A visita a um produtor vale por um curso de vinhos, é entrar de cheio na deliciosa atmosfera do cultivo da uva e da produção do vinho. Nos países produtores é uma modalidade usual de compra e no Brasil também existe essa possibilidade, muitos produtores dispõem inclusive de uma estrutura formal e permanente para atender os consumidores. Desafortunadamente esta é uma modalidade que está restrita ao mercado consumidor que se encontra perto das áreas produtoras e ainda assim a variedade ainda é pequena.

Dica: para os grandes amantes do vinho uma visita a um produtor é uma experiência fascinante. Como no Brasil isso pode implicar numa pequena viagem, encare como uma opção de turismo mais que de compra efetiva de vinho.

Nas importadoras

Ainda que as importadoras tenham um caráter comercial mais atacadista muitas delas dispõem de departamentos de atenção e venda direta ao consumidor. Algumas publicam catálogos que facilitam a compra. Nesses catálogos você encontrará boas sugestões e terá em destaque ofertas comerciais interessantes.

Dica: juntando alguns amigos para fazer uma compra maior é possível negociar preços.

Supermercados

Os supermercados têm dado muita atenção ao setor de vinhos e onde no passado só se via uma ponta de gôndola com alguns vinhos de segunda linha hoje se encontram corredores inteiros de vinhos das mais variadas origens e qualidades. A disponibilidade é a vantagem dessa compra e nos supermercados podem encontrar-se ótimas promoções. Nem todas as importadoras tem a estrutura necessária para atender aos supermercados, outras importadoras por sua vez se reservam a exclusividade da venda ao consumidor de alguns de seus vinhos, portanto nem tudo é encontrável num supermercado.

Dica: dê preferência a comprar no supermercado os vinhos mais robustos, os vinhos mais delicados são mais susceptíveis às nem sempre ideais condições de armazenamento. As garrafas se encontram em pé de e os vinhos de maior valor tendem a ficar mais tempo na gôndola nessa posição pouco favorável.

Nas lojas especializadas

É cada vez maior o número de lojas especializadas em vinho e a grande vantagem deste estabelecimento é a assessoria e atenção personalizada que oferecem ao cliente. Nas lojas especializadas é mais fácil encontrar novidades e muitas delas promovem degustações e cursos aos clientes. Costumam ser mais cuidadosos com a estocagem do vinho e é mais fácil, nestes estabelecimentos, trocar um vinho que não esteja bom.

Dica: desafortunadamente ainda se encontram alguns atendentes despreparados nessas lojas. Preferem dar uma informação equivocada a dizer que não sabem o que não teria nenhuma importância. Prefira falar com o proprietário se possível, geralmente é um apaixonado por vinhos e te atenderá com prazer.

Na internet

Todo o tipo de venda tem crescido por esse meio e o vinho não é diferente. Entende-se que ao evitar os grandes custos de manter um estabelecimento aberto ao público a loja virtual é capaz de oferecer preços atraentes, mas eu ainda diria que a comodidade é o grande trunfo desta modalidade de compra.

Dica: hoje em dia é relativamente fácil site de venda de produtos, verifique se o site dispõe de um número telefônico para atendimento de clientes, ligue, faça perguntas, informe-se de como procedem com respeito a trocas, por exemplo.

Clube de Vinho.

O Clube de Vinho traz um entorno uma comunidade onde viver a cultura do vinho. Um clube de vinho oferece conforto na compra, traz novidades e vinhos de difícil acesso, os preços são muito atraentes e promove a informação e eventos sobre o vinho,

Dica: analise as condições comerciais gerais e formas de pagamento do clube, veja se existem anuidades, veja que tipo de vinhos o clube vem selecionando, analise as possibilidades de devolução ou suspensão de remessas.

 

Faça parte do nosso clube: vinhos selecionados por uma rede mundial de especialistas, entregues na porta de sua casa, por preços até 50% abaixo dos praticados no mercado! Associe-se!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *