Dar a provar no restaurante – 1

Não vejo nenhuma utilidade nem finalidade para o hábito amplamente difundido nos restaurantes de colocar um pouquinho de vinho na taça de quem pediu e esperar aprovação antes de servir. Se o vinho apresentar algum problema real, você o troca e pronto. Não há necessidade desse gesto, que acaba parecendo totalmente exagerado e fora de lugar, principalmente quando o restaurante é informal e despojado. Fica evidente que esse gesto é somente uma pequena encenação no momento em que, ao querer trocar a garrafa, você é fuzilado com olhares furiosos e frases irônicas. Se o restaurante não está preparado para trocar o vinho imediatamente e com toda a naturalidade, exclusivamente confiando no critério do cliente, é melhor não dar a ele essa opção.

Também não me custa sair em defesa dos restaurantes quanto à sua queixa de clientes que pedem para trocar a garrafa somente porque julgam isso chique e algo que faz deles conhecedores. Cabe recordar que não se deve trocar um vinho só porque você não gostou dele; afinal, foi o vinho que você pediu!

Só se troca um vinho que apresente defeito.

 

Quer conhecer a Sociedade da Mesa, clube de vinhos? Acesse nosso site e aproveite a oferta especial para leitores do blog!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *