A fábula do pepino e do melão

Se alguém lhe vendar os olhos e lhe der um pedaço de pepino dizendo que é um pedaço de melão, o mais provável é que você, nauseado, dispense imediatamente o pepino, dizendo que aquele melão está horrível, ou, pelo menos, totalmente verde. Mas se, ao lhe dar o pepino, disser que é pepino mesmo, você o comerá com todo o prazer. Dito de outra forma, o pepino é um péssimo melão, mas, como pepino, o pepino é perfeito.
O mesmo acontece com o vinho. Se você tomar um vinho brasileiro, esperando encontrar a complexidade de aromas, o estilo e a elegância de um vinho das regiões produtoras tradicionais, irá se decepcionar, mas, se tomá-lo comparando-o com o que ele pretende e pode ser – um vinho bem feito, fresco, agradável, leve e saboroso, ficará surpreso. Surpreenda-se, pois!

 

Leia também a Revista Sociedade da Mesa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *