Taça sem haste

Estamos tão acostumados ao copo de vinho com haste que é visualmente agressivo tomar vinho em um copo sem ela. Mas não há pecado nisso, ao contrário. No consumo diário não há como e nem por que ser muito estrito com temperaturas (a haste serviria para isolar o vinho do calor dos dedos) e é aí onde um copo sem haste se mostra prático, pois cai menos, facilita a movimentação na mesa e quebra menos na lavagem!

 

Leia também a Revista Sociedade da Mesa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *