Turista

O turista é uma cara que esta no lugar equivocado, na hora equivocada, vestido de forma imprópria num lugar que não conhece e cuja língua ele não entende. Esta pagando caro para dormir e comer mal e estar longe de tudo que lhe é familiar e querido. Está só, está tirando fotos idênticas a milhares que existem grátis na internet. O turista é a presa mais fácil para toda classe de escroques. Quando um restaurante é péssimo se diz que é para turistas, quando um profissional é péssimo se diz que é um turista em seu local de trabalho. Quando alguém não está fazendo nada produtivo se diz que é um turista. O turista nunca sabe onde está nem para onde vai. O turista acorda num hotel e sua primeira tarefa é determinar que vai fazer naquele dia por que na verdade ele não tem nada o que fazer. O turista visita museus lá de onde vai, mas nunca foi aos de sua cidade. O turista considera que existe uma relação entre distancia e felicidade, e mesmo já muito longe de casa, estando em Roma, ele prefere pegar um trem e almoçar em Florença. O turista compra toda classe de quinquilharias inúteis para pagar excesso de peso no aeroporto. O turista chega a sua casa após a viagem absolutamente esgotado e quebrado financeiramente e não lembra muito bem onde esteve.
O Turista é uma besta. ( 29/8/2018 após 5 dias de turismo sei lá onde)

Glaucia e Jun

Ontem vieram ao Carmen La Loca a Glaucia Balbacham e o Mestre Jun Sakamoto. Provaram o leitão voador e gostaram muito. Prefiro acreditar que não o disseram por gentileza. Agora tenho que ir no Jun para retribuir a visita que como imaginarão, não é esforço nenhum.

 

Papiruska

O Papiruska é o nosso mais novo restaurante. Abre esta semana, no 20 de junho.

Está na Rua Antônio Oliveira numero 220, na Chácara Sto. Antônio.  Teremos Café da manha e Almoço de segunda à sexta.  Minha mãe, Karmina, dedicou anos a compilar num livrinho de 300 paginas as receitas que mais gostava; receitas da sua mãe, da sua tia, das vizinhas, de jornais, de programas da televisão, da empregada domestica.  Anotava as receitas e as fazia em casa e se ela gostasse muito anotava nos livrinho. No Papiruska fazemos as receitas do livrinho. São receitas de pratos de todas as partes, o critério de seleção foi seu gosto pessoal.  Nas paredes, reproduções das paginas do manuscrito.

Puto est bonum 93 pts – Convento Oreja Crianza

CONVENTO OREJA CRIANZA –  Texto do importador

DO: Ribera del Duero
Composição: 100% “Tinta del Pais” (Tempranillo).
Produção: 20.000 garrafas.
Teor alcoólico: 14,5%.
Rendimentos obtidos: 4.500 kg/ha.
Vinificação: sua elaboração realizou-se em tanques de aço inoxidável de 20 mil litros de capacidade, com controle automático de temperatura. Fermentação com temperatura controlada a 29ºC por 6 dias.
Tempo total de maceração: 30 dias.
Envelhecimento: 12 meses em barricas de carvalho das melhores tonelerías francesas com tostado médio e mais 1
mês de descanso em tanques de aço inox. Engarrafado sem filtrar para preservar aromas e sabores. Estagiou por 12 meses em garrafa antes de sair `a venda.
Notas de degustação: de cor vermelho cereja. No nariz é elegante, com boa intensidade, combinando frutas negras e agradáveis aromas que lembram couro e madeira. Toques balsâmicos e de cacau também aparecem. Na boca, tem taninos redondos, que fornecem delicadeza e persistência em perfeito equilíbrio com a acidez. Amplo, com longo final e de grande permanência.

http://bodegas.com.br/vinho/convento-oreja-crianza/

Guia quase defintivo de o que são “Tapas”

O que são as “tapas”.

A confusão é grande. A palavra já integra o vocabulário paulista dos frequentadores de restaurantes, mas seu significado segue nebuloso. É como o termo torque; todo o mundo o usa, mas ninguém sabe dizer o que é.

Tudo começa com a tradicional e rápida definição: Tapa é um canapé, algo que se come de um bocado, uma pequena porção de comida.

Essa definição é certa, mas é só parte da verdade, na verdade uma parte pequena. É uma explicação superficial.  É como dizer que um disco voador é um meio de transporte.

Tapa é um conceito abstrato, uma manifestação cultural, um fenômeno social, um termo genérico.

Como é difícil definir vamos tentar uma aproximação.

Uma tapa, no feminino já que não é a agressão física, é uma pequena porção de comida servida por cortesia nos bares espanhóis quando você pede uma bebida qualquer.

Por ser cortesia, é algo que não se pede.

Se a tapa é algo elaborada, quando pede, em geral paga.

Se recebe como tapa batatas fritas ou azeitonas ou amendoim, ou milho tostado, tapas muito comuns, pode até pedir outra e não paga, mas recebe um olhar de desaprovação.

Se pede uma terceira vez sem pedir a consequente ronda de cervejas, o garçom vai ficar bravo.

E por que em lugar de ficar bravo não cobra? Hora por que as listadas acima são tapas por definição e são incobraveis.

Um pinxo é um canapé elaborado.  Todo pintxo é genericamente uma tapa.  Nem toda tapa é um pintxo.

Tecnicamente porções não são tapas, mas podem entender-se genericamente como tal.

Restaurantes não servem tapas, nos restaurantes você vai sentar e almoçar ou jantar.

Restaurantes podem servir porções e se você comer somente porções não estaria errado dizer que comeu tapas.

Ainda assim se você entrar num restaurante que tem toalha de mesa e pedir tapas, te olharão com uma cara estranha.

Se depois das porções você jantou pratos quentes então não comeu tapas.

Se você entrar num bar e disser que quer tapas o garçom não vai achar estranho, mas vai te trazer a carta de porções.

“Salir de tapas” (sair para comer tapas) faz referencia ao evento social e não quer dizer que você vai sai para comer tapas propriamente, mas sim que vai comer informalmente, ou de pé, ou à base de porções e não pratos, ou só para beber com amigos.

Em algumas regiões da espanha é possivel “salir de tapas” e comer só tapas mesmo e ficar satisfeito.

Não existem taperias, todo bar espanhol pode servir tapas. Em função da procura dos turistas por tapas, já existem bares que se dizem taperías, mas é um fenômeno novo e exclusivamente para atrair turistas já que todo bar é uma tapería.

Existem lugares especializados em pintxos, mas mesmo que se chamem taperías tecnicamente o que servem não são tapas e sim pintxos.

Se você entrar lá e comer e depois dizer a um amigo que comeu “de tapas”, estaria certo por que faz referência ao como você comeu e não o que comeu.

Se disser que comeu tapas, está tecnicamente errado, mas se entende como certo.

Todos esses conceitos podem mudar de região para região.

Entendeu¿

PS: na foto são banderillas.

Minha saída da Sociedade da Mesa.

A última revista da Sociedade da Mesa (agosto 2017) já informa oficialmente minha saída da mesma.

Foram 15 anos de trabalho. Fizemos historia, mudamos a cara do mercado brasileiro de vinhos.

Foi um enorme prazer servir aos associados por esse período.

 

 

Dario Taibo

Santander queermuseo – histeria coletiva

Não entendi a histeria causada pela exposição do Santander.

Concordo que a lei Rouanet é péssima sob qualquer olhar e mais quando se desconfia com boa razão que um governo quis comprar com isso a opinião da turma mais barulhenta e aparecida que existe.

Concordo que a arte contemporânea é autocomplacente e falta de critérios a ponto de irritar.

Concordo que o tema “diversidade LGBT” para uma exposição de arte é chato bobo e sexista.

Concordo que o Santander quis dar uma de engajado e moderninho. (e o tiro saiu pela culatra)

Concordo que escandalizar é expediente fácil entre artistas como recurso para chamar a atenção.

Mas pera lá. Toda essa celeuma por que entre dezenas de quadros expostos tem dois ou três  que poderiam ser considerados ofensivos.  Hora, goste ou não arte é isso. Iconoclastia, critica social com ou sem razão, sexo e religião, escandalizar,  romper com dogmas sociais são clássicas matérias primas da arte. De não ser assim todos os artistas estariam pintando flores e bodegões.

Foi xilique.

Quadros do Museo Veronica

Évariste Galois (Bourg-la-Reine, 25 de outubro de 1811 — Paris, 31 de maio de 1832) foi um matemático francês.

Ao determinar a condição necessária e suficiente para que um polinômio pudesse ser resolvido por raízes, não só resolveu um antigo problema em aberto, como criou um domínio inteiramente novo da álgebra abstrata: a teoria dos grupos. Morreu num duelo com a idade de 20 anos. Tendo crescido durante um período de grande agitação social e política, colocou-se, repetidamente, no centro de controvérsias, o que não apenas o afastou de sua brilhante carreira, como também acabou por levá-lo a uma morte prematura.

Pelágio (em baixo-latim Pelagius, galego Paio e castelhano Pelayo) foi o fundador e o primeiro monarca do Reino das Astúrias (718-737) que governou até sua morte (morreu em Cangas de Onís, Astúrias). Ele retardou a expansão dos muçulmanos para o norte, iniciou a Reconquista e tem sido tradicionalmente considerado como o fundador do Reino das Astúrias.

 

Pablo Martín de Sarasate (Navarra, 1844 — 1908) foi violinista e compositor espanhol do período Romantico. Suas composições, em geral para peças de recital para violino, demostram grande técnica e interpretação apaixonada.  Compositor entre outras da peça Zigeunerweisen muito apreciada por violinstas virtuoses dada a complexidade de sua execução.

Livros de escola

À esquerda uma foto de livro de escola onde se vê a Terra e a atmosfera até a termosfera. À direita a mesma representação nas proporções corretas. ( a linha laranja que mal se vê é a mesma atmosfera até a termosfera )